quinta-feira, 3 de julho de 2008

INCENSOS

Usados de maneira correta, criam uma atmosfera no ambiente, de energia, equilíbrio e harmonia, que ajuda o ser humano a sintonizar mais facilmente com os planos superiores. Como ainda hoje acontece, em épocas passadas o incenso era usado para quatro finalidades:
1) Para Agradar aos Deuses:Acreditava-se que o cheiro agradável e aromático que o próprio homem sentia agradaria aos deuses ou à divindade. Vamos chamá-lo de função de oferenda do incenso.
2) Meio de Oração: O incenso era visto como um meio para a oração. Acreditava-se que a fumaça ascendente levaria aos deuses as petições daqueles que queimavam o incenso. Por causa de seu cheiro agradável acreditava-se que deveria ser um meio ao qual os deuses não podiam se fechar.
3) Meio de Neutralização:O incenso era queimado para mascarar ou neutralizar o mau cheiro oriundo de imolações (animais e outros materiais). Pela mesma razão também era usado nos funerais.
4) Meio de Influência Inter-Humana:O aroma e as vibrações do incenso sintonizam aquele que o queima com uma determinada finalidade ou dão um determinado estado de ânimo às diversas pessoas que se encontram no ambiente onde o incenso é queimado. O aroma e as vibrações despertam em todas as pessoas determinadas sensações e lembrança e sintonizam a psique e a mente com certos objetivos. Alguns dos incensos e suas funções astrais: MADEIRA: para abrir os caminhos
ALMISCAR: para favorecer os romances
JASMIM: para o amor
LOTUS: paz, tranqüilidade
BENJOIM: para proteção e limpeza
SANDALO: para estabelecer relação com o astral
MIRRA: incenso sagrado usado para limpar após os rituais e durante eles e também usado quando vai se desfazer alguma demanda ou feitiço.
LARANJA: para acalmar alguém ou ambiente.
Todo incenso deve ser usado com cautela nunca em demasia como fazem algumas pessoas e deve ser sempre dirigido a alguma causa. Não deve ser utilizado simplesmente por usar, por nada ou sem motivo, deve sempre ter um dono que o receba e que tenha seu nome pronunciado no momento do pedido. O incenso é um expediente sagrado e tem sido usado em rituais sagrados de toda espécie desde que o homem é homem. Mantém um poder grande de evocação espiritual e astral e não deve ser usado tão somente para perfumar ambientes ou sem causa porque sempre estaria alcançando uma egrégora qualquer com a vibração que provoca e que está quieta em seu lugar, tem o condão de atrair energia de toda espécie e dos dois planos astrais, negativo e positivo, tem força de ritual e de alimento também, tem força de rejeição ou de atração dependendo do patamar alcançado e da situação especial de quem as ascende.
Trecho extraído do livro "Ciganos - Rom um Povo sem Fronteiras" Autor: Nelson Pires.

2 comentários:

Odilson disse...

Olá, gostei do blog estou lendo ainda. Me interesso muito pela cultura cigana. E ultimamente tenho procurado mais informações, muitas delas encontradas aqui em seu blog. Se me permite, gostaria de perguntar algo: Comprei imagens de um casal de ciganos: gostaria de saber se eles tem de permanecer um ao lado do outro, pois me falaram que por se tratar de energia positiva e negativa deveriam permanecer longe um do outro dentro da residencia. Pode me ajudar ? Grato, antecipadamente.
Abraços.

feiticeira.lunar disse...

Oiii, que saudades... Pois é notei que sumiu bem mais que eu, heeee mas é normal, nem sempre podemos viver plenamente no mundo virtual, até por que nossa vida pessoal sempre anda a mil não é?! mas que bom qu apareceu, gostei da sua visitinha.. notei que mudou seu template também, legal.. eu como andei viajando por motivos de doença não consegui passar aquela vez seu template, mas tudo bem, quem sabe da proxima.. mas que bom que reeapareceu, é espero que esteja tudo bem com vc, beijão. te adoro